TJSC confirma revogação de liminar que permitia intervenção do judiciário em contratos no Aeroporto de Florianópolis

Notícias

TJSC confirma revogação de liminar que permitia intervenção do judiciário em contratos no Aeroporto de Florianópolis

Escrito por Bertol Sociedade de Advogados

24/02/2021

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) confirmou a decisão monocrática que havia cassado, em sede de antecipação de tutela, liminar que determinou a isenção da parcela do aluguel bem como das despesas de condomínio do Boulevard 14/32 de cessionário do ramo de alimentos que opera no Aeroporto Internacional de Florianópolis – Floripa Airport.

Lojista cessionário de espaço no aeroporto solicitou reequilíbrio econômico financeiro do contrato, isenção de valores devidos – aluguel e despesas de condomínio -, bem como afastamento de cláusulas e obrigações contratuais indicando como motivação a perda de receitas decorrente da pandemia do coronavírus.

Na decisão, porém, o Desembargador Relator, Osmar Nunes Júnior, diz: “cumpre destacar que a situação excepcional, por si só, não pode ser utilizada pela agravada para justificar o inadimplemento contratual ou o insucesso do seu empreendimento, tendo em vista que a economia global, inclusive a recorrente, está sofrendo danos decorrentes da diminuição do fluxo de comércio.”

Advogado da Floripa Airport, Arthur Bobsin, destaca que a decisão demonstra a cautela e o cuidado que o Poder Judiciário vem adotando ao analisar os pedidos de intervenção nos contratos privados, pois há a necessidade de preservação das relações jurídicas. Para que eventual intervenção fosse possível, seria necessário que a queda no fluxo de passageiros não afetasse a Concessionária, o que não é verdade, pois não há desproporção manifesta entre o valor da prestação e a realidade das partes do contrato.

Fonte: JusCatarina

Deixe seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acompanhe nosso instagram

Assine nossa newsletter